quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Desacordada empatia

Para Ana
Juca Fortes

Rolavam dias vasos
Quebrados em estalos
Enquanto o ligeiro surdo... suspira
Urgiam vigorosas ousadias.

Sorria enrugando o nariz
Beirava raiva salgada do mar que arrulhava
Sob a sombra menina da tristeza
Lilás cor de veias no pescoço se enleia

De perto quase tão escondida
Lisa e sombria lupa desfocada
Acalma as cores
Sussurra febris odores.

Um comentário:

everton disse...

legal... lacrimejei. o que faz uma mulher na vida de um homem...