terça-feira, 25 de março de 2008

A propósito da final do BBB...

Por Gabriela Willig - Passo Fundo

Um importante assunto reinou na discussão da Câmara de Vereadores de Passo Fundo ontem: a necessidade de fazer uma homenagem a BBB passo-fundense, Natália Cassasola. Os vereadores estão planejando fazer uma sessão solene assim que a modelo, que ficou em terceiro lugar no reality show, chegue à cidade. Eu não estive lá, mas pelo que me contaram nenhum dos representantes do legislativo fez qualquer colocação contrária a idéia vinda do presidente da casa, Luiz Miguel Scheis (PDT), que ainda precisa ser transformada em projeto e aprovada numa próxima sessão.

Claro, como passar a oportunidade de homenagear uma guria que divulgou o nome da cidade em rede nacional com frases tão louváveis como: “Eu não preciso falar certo, venho lá das grota”. É uma honra inestimável para aquela que se diz a Capital Nacional da Literatura. Inclusive os vereadores deveriam cogitar a idéia de incluir Natália e seus pensamentos geniais no Marco da Literatura que vai ser inaugurado nesta sexta. A praça, que fica próximo a rodoviária, tem túneis forrados com textos de escritores que passaram pelas Jornadas Literárias, como Mia Couto e Mário Quintana.

Nati (para os íntimos) ainda não esteve em nenhuma Jornada, mas já que o BBB é tão importante para a cidade quem sabe logo já se deva colocar alguns dos versos da poesia que saiu dos lábios da passo-fundense durante o programa como: “Carinho quem faz é pai e mãe, homem tem que bater mesmo”.

Caso seja aprovada a homenagem, Natália vai entrar para o hall de figuras imprescindíveis para o município que foram lembradas pela Câmara. Entre elas, o apresentador de TV, Raul Gil, que nunca pôs os pés em Passo Fundo, não deve saber nem onde fica no mapa, mas fez o grandioso feitio de classificar um cantor do município para a final do seu programa de músicos infantis. O de Passo Fundo e outros de pelo menos 12 municípios...Como não deixar de homenageá-lo, não é?

6 comentários:

Anônimo disse...

bah... agora a pergunta que fica: não existe um vereador que não seja tarado por homenagens inúteis. Trabalhar pelo povo. nono

Anônimo disse...

Estou chegando a conclusão de que isto acontece para que os que pensam diferente escrevam algo.

Semanas atrás, em cidade aqui perto, houve desfile em caminhão de bombeiros para homenagear a escolhida em concurso.

roberto disse...

Caros Passofundenses!

Estou fora desta cidade a muitos anos. Amo esta cidade, mas acho que os gaúchos em geral adoram reijeitar, envergonhados, os seus conterraneos! A nossa gauchinha Natalia é maravilhosa e lhes digo mais, ela inseriu, com muito amor, Passo Fundo no cenario nacional. Fala desta terra como o melhor lugar do mundo! Quanta "as grotas" se referia a colonia da sua infancia com o avo! Outra coisa, falamos errado sim, só me dei conta quando sai dai! Exemplo trouxe por troce, concordancia verbal, etc...Não devemos ter vergonha da nossa Natalia, podem ter certeza de que ela vai nos dar muito orgulho ainda. Não sejamos crueis e hipocritas! A união faz a força! Aproveitem os holofotes para mostrar o que Passo Fundo tem de bom!

roberto disse...

Assisto o programa Raul Gil e acompanhei a trajetória do pequeno cantor passofundense que enchia a boca para falar o nome da sua cidade. Raul Gil percebeu e toda vez que o guri se apresentava, Passo Fundo era reverenciado! Nátalia a mesma coisa, até na FIAT ela falou o nome da cidade que ela ama e que não soube amá-la. A Câmara de Vereadores tem como atribuição prestar homenagem a quem contribui para a divulgação da cidade. Emerson, Natália, Raul Gil, não sabem exatamente, o que Passo Fundo pode oferecer, para que os brasileiros se interessem em visitar a cidade, mas, com certeza, perceberam nas pessoas desta terra um profundo amor pela cidade. Cabe a Passo Fundo mostrar e construir uma mídia efeciente para os seus eventos e destaques turisticos.
Não deve descontar nos seus filhos, que não sabem exatamente o que esta terra tem, mas, demonstram um profundo amor e orgulho de ser passofundense. Um bom plano de Marketing turístico ou de negócios, poderia dar aos seus cidadãos, argumentos melhores que o amor. O "boca" por exemplo foi citado como o melhor x do mundo. Deve mais que uma festança pra Natália! Refletir com mais seriedade é sempre bom!

Anônimo disse...

Snhor roberto. Vá procurar algo pra fazer de interessante. Tosco és tu que não sabes que um projeto tão inútil para o país pode servir de "Marketing" (com M, como escreves tão toscamente) para uma cidade que se autolegitima como Passo Fundo. Não precisamos de Marketing, nem de "cidadoas" como a senhora Natália. Um bj pra ti.

roberto disse...

Prezado anônimo! É esse seu nome?
Bem, prepotência e orgulho exarcerbado, estão na contra mão da história!
A maioria das cidades hoje, está se preocupando, com projetos que demonstrem a vocação, os pontos fortes no turismo e nos negócios! Portanto, os que insistem em ser anônimos, com vaidades auto sustentáveis, sem efetivamente, ocupar este lugar, meus sentimentos!
Quanto ao que eu acho interessante na vida, não lhe diz respeito! Outro beijo prá ti!