segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Na falta de algo útil para fazer...

Os puritanos continuam torrando nossa paciência...

Tramita na Câmara Federal um projeto de lei que quer proibir o uso de imagens eróticas, pornográficas ou obscenas no material escolar.

A proposta altera o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), que já proíbe a veiculação de anúncios de bebidas alcoólicas, tabaco, armas e munições em publicações voltada para crianças e jovens.

Leia mais na editoria de Educação do UOL

3 comentários:

Fernando disse...

Pela pornografia que nos é empurrada no dia a dia, acredito que tem que haver proibição mesmo.

Leandro disse...

Cada vez se observa menos confiança na capacidade humana. Coisas impensavéis antes, agora as pessoas tem medo que ocorram, por intermédio de alguma mente muito doentia.
Tempos fossem outros o comentário seria um deboche só: falta agora proibir a pesca da baleia azul no Mato Grosso, circular por comércios com leões selvagens, etc...
Mas da capacidade humana de pensar, ocasionalmente executando, o impensável, tal como pornografia em material escolar infantil, agora não duvido mais.
Não me refiro apenas aqui a vocação para o absurdo da indústria pornografica, mas é claro para a cabeça depravada dos nossos colegas brasilienses.

Leandro disse...

Cada vez se observa menos confiança na capacidade humana. Coisas impensavéis antes, agora as pessoas tem medo que ocorram, por intermédio de alguma mente muito doentia.
Tempos fossem outros o comentário seria um deboche só: falta agora proibir a pesca da baleia azul no Mato Grosso, circular por comércios com leões selvagens, etc...
Mas da capacidade humana de pensar, ocasionalmente executando, o impensável, tal como pornografia em material escolar infantil, agora não duvido mais.
Não me refiro apenas aqui a vocação para o absurdo da indústria pornografica, mas é claro para a cabeça depravada dos nossos colegas brasilienses.