terça-feira, 26 de maio de 2009

Lenha no diploma!


O Observatório da Imprensa está com ótimos artigos desqualificando a exigência de gradução específica para o exercício da profissão de jornalista. Segue a lista

Ensino superior não é sinônimo de qualificação, Vincícios Ferreira

O ofício se consolidou fora dos padrões vigentes, Demétrio Rocha Pereira

Ainda, achei intressante o desabafo desse recém-graduado: O que esperar da profissão?, Fabrício Oliveira

Aqui você tem nossas postagens contra a obrigatoridade do diploma

2 comentários:

Brunna Duarte disse...

Cada um lê o mundo (e nesse caso, escreve o mundo), a partir das experiências que tem. Para mim, o diploma como pré-requisito no exercício do jornalismo é, sim, essencial. Tudo que tenho visto, como estudante e como pessoa que já trabalha na área me dá mais convicção do que digo. Mas é bacana ler opiniões que divergem da minha. Eu gostei da sua escrita e da sua veemência em defender o que acredita.

Everton Maciel disse...

Bacana, Brunna. É raro aparecer por aqui gente com educação para fazer contraponto. Só uma correção. Trata-se do que eu não acredito: não acredito que o Jornalismo seja uma área do conhecimento, com legitimidade, portanto, para ser uma gradução. Por isso, todas minhas sentenças não negativas.