segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Recurso Extraordinário 511961: e-mail para os ministros do STF

Senhores Ministros do STF,

Peço que, mais do que nunca, suas mentes estejam iluminadas para sepultar a exigência de diploma específico para o exercício da profissão de jornalista, através do Recurso Extraordinário 511961. Como os senhores sabem, a obrigatoriedade, diferente do que clamam os interessados em reserva de mercado, não se trata de uma "conquista da categoria". É, sim, uma imposição feita pela Junta Militar, através do Decreto Lei nº 972, de 17 de outubro de 1969 para restringir a um pequeno grupo o direito de expressão e trabalho nas editorias. Com o fim definitivo dessa obrigatoriedade, teremos a chance de buscar condições de trabalho realmente dignas para uma profissão que é intelectual. Não lutamos pelo despreparo nas redações; muito pelo contrário, corremos atrás de um jornalismo vivo, com as mais diversas manifestações de todos os campos do conhecimento.

Esses são os e-mails dos ministros e respectivos assessores. Faça sua parte:
eduardost@stf.gov.br; clarocha@stf.gov.br; patriciaml@stf.gov.br; gabinete-lewandowski@stf.gov.br; alexandram@stf.gov.br; egrau@stf.gov.br; marco@stf.gov.br; mjbarbosa@stf.gov.br; beatriz@stf.gov.br; gabcarlosbritto@stf.gov.br; angelotabet@stf.gov.br; ellengracie@stf.gov.br; marcosp@stf.gov.br; mmarco@stf.gov.br; piazzi@stf.gov.br; mcelso@stf.gov.br; mluciam@stf.gov.br; macpeluso@stf.gov.br; isabelc@stf.gob.br; mgilmar@stf.gov.br

6 comentários:

Anônimo disse...

PREZADO,
embora seja uma manobra no período militar, a cassação do curso de jornalismo só vai piorar a já grave situação dos jornalistas. daqui a pouco, qualquer mendigo semi-analfabeto vai poder dizer que é jornalista. e o preparo de quatro anos de curso, pra onde vai?
eu vejo a profissão de jornalista virar a de professor: qualquer um hoje se intitula professor e trata isso como um bico.

Rafael disse...

Que post lixo...
então faça o mesmo com o curso de direito, medicina etc
termine com diplomas, ou quem sabe termine com as universidades de JORNALISMO..
quero fazer a prova da OAB sem ter feito direito :) juro que passo
Quero cuidar de pessoas também, - eu sou bom -...
obs: JORNALISMO, curso mais concorrido da USP, melhor universidade e maior do Brasil...

Blog do Capeta disse...

Comparar jornalismo com uma profissão técnica e de aparato juridico é um argumento tão primitivo quanto suas idéias de blogueiro.

LINAAA disse...

Ser jornalista é uma arte e para arte não precisa de diploma, aliás conheço tantas jornalistas com "canudos" e são semi - analfabetos.cada um tem seu dom não adianta "forçar" a natureza.Para ser franca eu me pergunto: - Porque existem tantos profissionais, como médicos advogados,engenheiros tão incompetentes tendo cursados uma faculdade?.Sou contra a obrigatoriedade do diploma de jornalismo porque ser jornalista é ser artista e para ser ator, atriz , autor não é obrigatório ter uma faculdade.Nem para ser "Presidente da República" é obrigatório um diploma.então precisa dizer mais alguma coisa???

Anônimo disse...

Olá capeta!

Chega de ditadura no Brasil. Viva a liberdade de expressão eo direito à comunicação, amparados nas legislações internacionais e pela Constituição Cidadã (1988).


PS: Lembrando que o domínio do STF passou a ser, recentemente,www.stf.jus.br

Blog do Capeta disse...

Obrigado pela lembrança do Anônimo das 10h 48, 4fev. A postagem é anterior a mudança do domínio do STF. Mas podem mandar e-mails para todos os ministros. Então, onde era @gov.br, fica @jus.br. Valeu! Vamos fazer os e-mails dos ministros ferver!